Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f

Jornalista Breno Altman, do site Opera Mundi, denuncia radicalização do imperialismo no segundo dia do Encontro

                                          Encontro

Na manhã desta quinta-feira (27), o diretor editorial do site Opera Mundi, o jornalista Breno Altman, participou da mesa sobre conjuntura internacional do Encontro dos Direitos Humanos Contra a Criminalização dos Movimentos Sociais, que ocorrerá durante todo o dia na Emater, próxima à Escola de Agronomia da Universidade Federal de Goiás (UFG).
Em sua fala, Altman situou o cenário político da América Latina na ofensiva mundial do capitalismo para se livrar de sua própria crise. Segundo o jornalista, após o colapso do neoliberalismo de 2008 e a perca da mão de obra chinesa, os países capitalistas centrais, em uma fase de radicalização do imperialismo, têm derrubado os governos progressistas da América Latina para retirar os direitos trabalhistas e encontrar, aqui, a nova mão de obra barata.
A saída, no entanto, está na própria crise. “A ofensiva imperialista também empurra potencialmente as forças populares para uma revolução”, explicou Altman lembrando que a Primeira Guerra Mundial produziu as condições necessárias para a Revolução Russa.
Para o jornalista, forças melhoristas, que prometem mudar o sistema capitalista por dentro, não têm mais espaço na política. A solução está em enxergar a crise como gestadora das condições históricas para a retomada do poder popular através de forças antissistêmicas. “Não há mudanças profundas quando os tempos são normais”, finalizou.

Listar Todas Voltar